Animação de loading

Parque Biológico da Serra da Lousã associa-se às comemorações do Dia Internacional da Diversidade Biológica

25 Maio 2023 | Social, Turismo com Propósito Social, Serviços, Educação e Formação, Eventos, Fundação ADFP

A 22 de Maio celebra-se a diversidade biológica existente no nosso Planeta. Este dia, pretende chamar à atenção para o declínio cada vez mais visível de algumas espécies existentes. Nas palavras do Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, “é necessário executar ações urgentes para proteger a biodiversidade” alertando que a perda de espécies está a ser cada vez maior e mais rápida.  

O tema deste ano centra-se na ação de reconstruir a biodiversidade - “From agreement to action: Build back biodiversity” - ao qual o Parque Biológico da Serra da Lousã se associa. Contemplando uma biodiversidade de mais de 300 animais da fauna autóctone nacional, o Parque pretende demonstrar a todos os que visitam o espaço a diversidade existente entre as espécies selvagens e de agropecuária nas florestas nacionais.  

No Parque Selvagem, é possível observar de perto ursos pardos (extintos em Portugal mas que representam a biodiversidade outrora existente), linces, lobos ibéricos, raposas, cervídeos, diversas aves de rapina que sobrevoam os nossos céus, entre muitas outras. Muitos destes animais, são exemplares irrecuperáveis que não podem ser re-introduzidos na Natureza.  

Percorrendo a Quinta Pedagógica é possível reconhecer várias espécies e raças existentes por todo o território nacional, algumas em franco declínio populacional. Um dos objetivos do Parque é a manutenção do efetivo destas raças apresentado as suas características puras, razão pela qual efetua todos os anos reprodução das espécies presentes.  

Brevemente, com a chegada do bom tempo, a diversidade vai aumentar e poderão observar novos habitantes desde as crias de cervídeos ou javalis do Parque Selvagem aos bezerros, cordeiros, cabritos e leitões da Quinta Pedagógica. 

Ao visitar o Parque Biológico, além de contribuir para a manutenção da biodiversidade nacional, contribui ainda para um projeto social único que integra pessoas com problemáticas sociais que colaboram diariamente nas mais variadas tarefas e museus existentes (Museu Espaço da Mente, Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais, Templo Ecuménico Universalista).   

Comentários